Restrito

Acessibilidade

A- A A+
Compartilhar

Arte2016 Mobilizacao Nada a Temer CapaFace
Esta é a arte da campanha Nada a Temer, para dialogar com assistentes sociais sobre os retrocessos do atual governo (arte: Rafael Werkema/CFESS)

 

Nada a Temer: assistentes sociais contra a regressão de direitos! Esta é a chamada do Conjunto CFESS-CRESS para que no dia 30 de novembro a categoria se mobilize e reafirme seu posicionamento contrário ao desmonte do Estado e das políticas públicas.
 
A proposta de um dia de mobilização foi aprovada no 45º Encontro Nacional, maior espaço deliberativo da categoria, realizado em Cuiabá (MT) entre os dias 13 e 16 de outubro.
 
A atual conjuntura tem acelerado o desmonte do Estado brasileiro, expresso nas medidas adotadas pelo governo ilegítimo de Michel Temer, que atacam e destroem direitos da classe trabalhadora. O desmonte do INSS, a descaracterização da política de assistência social com a retomada do primeiro-damismo e do trabalho voluntário na esfera federal, além da PEC 241 e seus efeitos deletérios, são alguns exemplos.
 
“O Conjunto CFESS-CRESS não está calado frente a tais medidas e tem se manifestado em notas públicas, assim como tem participado das manifestações nas ruas, juntando-se aos movimentos sociais e organizações da classe trabalhadora em luta”, explica o presidente do CFESS, Maurílio Matos.

 

45EN PlenariaFinal
Aprovação da campanha durante o 45º Nacional foi unânime  (foto: Diogo Adjuto/CFESS)

 

Portanto, em continuidade a essas ações, o Conjunto CFESS-CRESS propôs esta mobilização nacional, que será realizada por todos os CRESS e suas Seccionais no dia 30 de novembro, tendo como público de interesse assistentes sociais de todo o Brasil.
 
A intenção é dialogar com a categoria e refletir coletivamente sobre a atual conjuntura, dando destaque a ações e projetos do governo que visam à redução dos direitos da classe trabalhadora, avaliando também os impactos no trabalho profissional.  Afinal, as recentes medidas atingem diretamente não só a população usuária, mas também os serviços públicos, nos quais assistentes sociais possuem grande inserção.
 
“A gente quer, portanto, mobilizar e dialogar com a categoria sobre a contrarreforma promovida pelo do governo ilegítimo de Temer e construir estratégias coletivas de resistência para o trabalho do serviço social e para a defesa de direitos da população”, completa.
 
Estão sendo pensadas atividades como debates, manifestações, entre outras, que podem e devem contar com outros sujeitos coletivos, como movimentos sociais e sindicais de luta.
 
Acompanhe as informações e a organização do CRESS de sua região. As atividades de todo o país também serão divulgadas no site do CFESS. Posicione-se frente à contrarreforma do governo Temer, em defesa dos direitos da classe trabalhadora e contra os impactos no trabalho profissional!
 
Em breve, será disponibilziado link com as atividades programadas!
 
Faça o download das peças de divulgação

Nada a Temer - Outros formatos (Capa de Facebook, Whatsapp - extensões JPG e PDF)

 

Fonte: CFESS

 

 

Copyright © 2013-2015. www.cress-ro.org.br. Todos os direitos reservados.